Data

A paz do Senhor Jesus Cristo. Hoje é

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

O "Pare de Sofrer" e a verdade de Deus

"Porquanto odiaram o conhecimento; e não preferiram o temor do SENHOR: Não aceitaram o meu conselho, e desprezaram toda a minha repreensão. Portanto comerão do fruto do seu caminho, e fartar-se-ão dos seus próprios conselhos. Porque o erro dos simples os matará, e o desvario dos insensatos os destruirá. Mas o que me der ouvidos habitará em segurança, e estará livre do temor do mal." (Provérbios 1 vv. 29-33)
As igrejas denominandas  neo-pentecostais tem conseguido a cada dia mais e mais adeptos e simples frequentadores, ou ainda buscadores de bençãos. Mas, até onde a expressão "Pare de Sofrer!"vale na vida do servo do Deus Vivo? Mas irmão, eles pregam o mesmo deus de Abraão, Isaque, Jacó, Moisés... ops! se me lembro bem este blog chama-se: Nada de heresias. E assim sendo não posso compactuar ou privar meus dedos de teclar algo esclarecedor. Usei a passagem acima pois creio que defina bem o que tem acontecido e o que tem acontecido é que o povo não tem buscado mais o conhecimento, não lêem mais a Bíblia, não oram, não buscam mais a Deus como se deve buscar (I Crônicas 16 v.11) e há algo que deve ser atentado nisto que acontece hoje: falta o temor do Senhor, sem ele não há sabedoria, (Provérbios 9 v.10) sem sabedoria não haverá conhecimento e sem conhecimento o povo será destruído (Oséias 4 v.6). Temos visto a cada dia mais irmãos e irmãs que não lêem a Bíblia nunca, desculpa nunca é muito, só na igreja durante a leitura devocional ou a palavra final. Se lessem saberiam que " por se multiplicar a iniquidade o amor, de muitos esfriará" (Mateus 24 v.12) grifei de propósito  a palavra "muitos" pois não são todos, mas muitos. Será que está acontecendo com você também?
O Salmista ensina o temor do Senhor (Salmos 34 vv. 11- 14) se eu temo a Deus não posso acreditar que Ele me cobre financeiramente por uma cura, uma libertação ou até mesmo pela salvação de um ente querido. Não posso ficar correndo atrás de bênçãos se elas é que me alcançarão(Deuteronômio 28 v.2), se corro de igreja em igreja buscando a Deus, "Vamos naquela ali ou naquela acolá que é uma bênção!", ou fazer campanhas intermináveis buscando nossos sonhos, nossos desejos, nossa felicidade e principalmente a nossa  própria vontade (Nossa felicidade e a vontade de Deus ) para nossos próprios deleites (Tiago 4 v.3). Existe ainda a consequência de nossas iniquidades, que é a separação de Deus (Isaías 59 v.2) por isso que Ele às vezes não nos ouve, por causa das nossas iniquidades, nossos constantes erros; O povo de Israel passou 40 anos no deserto pois foi desobediente, murmurador e muitas vezes não demonstrou o devido temor ao Senhor e obteve o castigo como consequência (O Crente e seu deserto particular). Quando o salmista disse: "entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele e ele tudo fará" (Salmos 37 v.5) fica claro que tenho que entregar minha vida toda a Deus e confiar que ele tudo  fará por mim; se Ele quiser que eu sofra, sofrerei, se Ele quiser me fazer feliz, feliz serei, se é a vontade d'Ele então vou fazer sua vontade, mesmo que seja meu sofrimento.  Sem falar na lei da semeadura (Galátas 6 v.7) se sigo meu próprio caminho, meu próprio conselho foi com certeza ser destruído.
Concluindo: o que passamos aqui (doenças, apertos, prantos, tristezas, dores) são leves e não durarão muito tempo (II Coríntios 4 v. 17), cabe a cada um de nós entendermos que a expressão "Pare de Sofrer" não é uma realidade bíblica, mas uma tentativa humana de mudar a vontade de Deus que é soberana.

Pb. Marcelo Miranda Cavalcanti
12/11/2010