Data

A paz do Senhor Jesus Cristo. Hoje é

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

O preço a ser pago é muito alto!

"E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade." Mateus 7 v.23 

Por ser um servo de Deus me preocupo muito com o texto acima no qual Jesus Cristo destina aqueles tantos que dizem "Senhor, Senhor". Vejo em nossas igrejas que existe muita preocupação em ornamentação, conforto, grandiosidade, modernidade, e outras coisas que não deveriam ser a preocupação principal. Vejo e encontro muitos amigos que se aproximaram de Jesus, mas que foram afastados pelos homens do evangelho genuíno e foram apresentados a um outro evangelho(Gálatas 1 v.8). Homens e mulheres foram lançados fora em nome de um outro Jesus, que não o Cristo que morreu na cruz do calvário, um Jesus Cristo que coloca muitos obstáculos à salvação, que procura homens e mulheres perfeitos aos olhos de outros homens, que se encaixam em padrões jamais estabelecidos por Deus, são adeptos do farisaísmo. Se analisarmos bem a parábola do filho prodigo( Lucas 15) , veremos que nesta parábola, o Senhor Jesus Cristo ensina que uma vida de pecado e de egoísmo, no seu sentido cabal, é a separação do amor, comunhão e autoridade de Deus. O pecador ou desviado é como o filho mais jovem da parábola, que em busca dos prazeres do pecado, desperdiça os dotes físicos, intelectuais e espirituais que Deus lhe deu .  O resultado é desilusão e tristeza e, às vezes , condições pessoais degradantes, e, sempre, a falta da vida verdadeira e real, que somente se encontra no relacionamento correto com Deus, ou seja, o que Deus quer do homem, seja pecador ou desviado,  é que ele volte a se realcionar com Deus, volte para os braços do Pai. O que está acontecendo hoje em dia é que existem muitos irmãos mais velhos, como o da parábola, que não acham justo que os homens voltem para Deus e que se estabeleça uma festa no céu para recebê-lo e que o pecador deve passar por um grande processo, mudança externa feita por homens, e que se isso não acontecer não será bem recebido na casa do Pai e não pode reatar a comunhão com Deus ou obtê-la. Seja vestimenta, vaidade, atitudes, gestos, amizades, quem vai transformar isso é o Espírito Santo de Deus, que é o único que convence o homem do pecado. Quando o homem se coloca como salvador e destruidor está levando os outros a tomarem direções cada vez mais afastadas de Deus, lembro que existe um só salvador e destruidor (Tiago 4 v.12). Mas o ponto principal deste texto direciono àqueles que vivem enclausurados em heresias e doutrinas de homens que julgam outros sem atentar para Deus (Mateus 7 v.1) e que o "pagar para ver" pode custar muito caro, posso estar hoje na lidença de grandes ministérios, ter muitos membros na igreja que eu lidero, mas não posso esquecer de que devo ser zelador do rebanho de Deus aqui na terra, que está sob minha responsabilidade e que minha vida e suas vidas devem estar pautadas na palavra de Deus e não, nunca, em momento algum, jamais, na palavra de homens.  O homem tem um futuro e este futuro pode ser com Deus na glória ou pode ser como o texto inicial diz: apartado de Deus. Cabe a você meu amigo leitor interpretar corretamente a palavra, buscar respostas de Deus em oração, afinal tenho duas observações finais:
1ª O salário do pecado é a morte (Romanos 6 v.23); e 2ª Quem sabe fazer o bem e não o faz comete pecado (Tiago 4 v.7). O preço a ser pago é muito alto para que nós paguemos para ver!
Que o amor de Deus que excede todo  o nosso entendimento e a graça de Deus sejam derramados sobre todos vós em nome de Jesus Criso. Amém!
Visite Tempo de renovo.